Domingo, 31 de Maio de 2020
Bahia

Salvador: Deslizamento de terra atinge concessionária na avenida Heitor Dias

Publicada em 25/03/19 às 21:09h - 60 visualizações

por JORGEQUIXABEIRA


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Uma concessionária daa capital baiana foi atingida por um deslizamento de terra na manhã desta segunda-feira, 25, na avenida Heitor Dias. No ocorrido, cerca de 13 carros foram danificados.

Inicialmente, três veículos da Top Car Multimarcas foram cobertos por terras após as fortes chuvas que atingiram a capital baiana. Em seguida, 10 automóveis caíram por cima dos demais. A empresa é atualmente composta por 14 funcionários e 54 carros. Os veículos danificados faziam parte do estoque.

De acordo com Cristiano Tinoco, proprietário do estabelecimento, esta é a segunda vez em 15 anos que ocorre um deslizamento de terra no local, porém o primeiro não foi com as mesas proporções. "Graças a Deus não houve mortes, mas estou preocupado com a casa ao lado da concessionária que pode cair. Preciso da presença Codesal para me orientar", comenta o empresário. A equipe da Limpurb já está no local para fazer a remoção de terra.

Em nota, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou que esteve no local para realizar uma vistoria. "Equipe da Codesal esteve no local procedendo a nova vistoria devido a deslizamento de terra que atingiu o fundo de uma revenda de veículos devido a uma encosta instável, erodida e com vegetação inadequada. Foi constado  que o talude se rompeu devido provável rompimento ou obstrução de rede, sendo acionada a Embasa. Recomendou-se ainda limpeza da área, colocação de lona e execução de obras de drenagem".

Em contato com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), a ocorrência não foi atendida até o momento porque o órgão dá prioridade à urgências que envolvem vítimas. A Codesal possui três níveis de solicitações: baixo, médio e alto, este último possui a prioridade. O órgão confirmou que o engenheiro irá no estabelecimento fazer a vistoria, orientar a cerca do estabelecimento e avaliar as condições da residência.

Já a Embasa ressaltou que o deslizamento foi causado pela "instabilidade da encosta e pela falta de rede de drenagem de água de chuva no local, cuja implantação é de responsabilidade da Prefeitura Municipal. Devido à falta de drenagem, alguns moradores, na tentativa de escoar a água de chuva, danificaram a rede de esgotamento sanitário, obstruindo a rede. A Embasa alerta que a rede de esgoto foi dimensionada para receber apenas esgotos domésticos e não tem capacidade para escoar o grande volume de águas de chuvas".

A Tarde/Uol




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (74)98064146

Visitas: 102470282
Usuários Online: 284
Copyright (c) 2020 - JORGEQUIXABEIRA